Saturday

Portimão (Ferragudo)


A sardinha prateada faisca nos ces­tos que chegam ao cais de Portimão, elevado de pequeno centro piscatório a grande centro de férias. Povoado desde tempos pré-históricos, a cidade conserva os vestigios do passado feita de aventuras de corsários e piratas e do dominio arábe. A fortaleza de Santa Catarina, na praia da Rocha. é testemu­nha dos ataques às embarcações que,ruma a outros portos, passavam, ao largo, carregadas de tesouros e especiarias. Na luxuriosa praia da Rocha. a silhueta da fortaleza reflecte-se nas limpidas e suaves águas. que banham o extenso areal convidando aos prazeres do soI. Se preferir simplesmente evadir-se na leve ondulação das aguas e perder o olhar nas curiosas formacções rochosas, saiba que a esplanada da fortaleza e 0 miradouro ideal para encontrar 0 clima intimista nesta praia sem igual.

Ao final do dia, ao sabor do vento fresco, ali­via dos ardores do soi algarvio,passeie pelo centro de Portimão, por ruas invadidas peto burburinho de pessoas que convivem em esplanadas e pela côr do artesanto exposto nos passeios. Não deixe de visitar a Igreja Matriz e o largo 1 de Dezembro, adornado de bancos com azulejos ilustrativas de irnportantes acontecimentos que fizeram a História de Portugal.

Perto da hora de jantar rume até junta do porto de pesca, onde pitorescas tabernas Ihe servem sardinhas assada na brasa, acompanhada de pão caseiro e uma óptima salada de pimentos.

Descobrir o Algarve CM

http://www.cm-portimao.pt/portal_autarquico/portimao/v_pt-PT

8 comments:

Zé das Cabras said...

Definitivamente, este é um blog interesante e recomendável.
Quanto a Portimão tenho que acrescentar que esta cidade não é tão rica em história como Lagos, pois só entre 1467 e 1475 recebeu a categoria de vila e só em 1924 foi elevada a cidade pelo seu filho mais ilustre, Manuel Teixeira Gomes, que enquanto Presidente da República lhe concedeu esse título.

Um abraço

Adriana said...

Gostei muito deste teu post!
Nesse pedaço de chão que aprendi a amar como se minha terra fosse, Portimão, terra onde construí sólidas amizades. Hoje Portimão é apenas um retrato na parede, e como dói recordar grandes momentos durante aquele tempo de juventude e estudante que tinha que me deslocar todos os dias de comboio de Lagos para Portimão.

Um Grande beijo Adriana

Anonymous said...

Agora que está reformado, João Avelino senta-se na cadeira de praia que comprou já lá vão 46 anos. Fica sentado na varanda que dá de caras para o rio Arade, em Ferragudo, uma antiga aldeia de pescadores.
Depois, quando já tem os olhos cheios de rio e de mar, vai para dentro da pequena oficina. Com o martelo de madeira e um pequeno escopro vai talhando um pedaço maciço de madeira de onde nascerá um barco.
Agora, está fazer uma réplica do navio-escola Sagres e, como modelo, tem pendurado num prego um calendário para onde vai olhando à medida que vai dando forma à madeira.
João Avelino, deixou de ir ao mar quando um iate abalroou o barco em que pescava. Por causa do acidente, João Avelino perdeu as graças do mar, mas recuperou um gosto de infância: trabalhar a madeira.
E foi assim que encheu uma sala de barcos. São réplicas perfeitas de antigos bacalhoeiros e de traineiras. Alguns, barcos onde andou embarcado durante meses, nas pesca do bacalhau. Agora, ri-se e chama-lhes prisões flutuantes mas é das suas mãos que saiem barcos esculpidos e coloridos, que vende a quem gosta tanto do mar quanto ele.
João Avelino, antigo pescador fez da memória da pesca e dos barcos um museu solitário, que partilhou com os Heróis do Mar.

Makejeite said...

Oh pá, pois, quando me vires por aí chama por mim, é que tu sabes quem eu sou, mas eu não sei quem és. É tudo uma questão de conhecimento. Fica bem. Abraço.

REINO DO ALGARVE said...

Os indivíduos diferem-se na habilidade de entender idéias complexas, de se adaptar com eficácia ao ambiente, de aprender com a experiência, de se engajar nas várias formas de raciocínio, de superar obstáculos mediante pensamento.

Obrigado Guimas, mostraste ser uma pessoa inteligente,pessoa assim só pode merecer todo o meu respeito e admiração.

Aquele abraço

Anonymous said...

Por momentos pensei que estava no DUBAI, com esta musica e o clip sobre o Algarve, mas não, estou sim num blog puro Algarvio,Gostei imenso do seu blog. Dou-lhe os meus parabens e bem haja.

CRISTINA

Vieira Calado said...

S quiser, mando-lhe um postal por mim ilustrado, sobre Ferragudo.
O poema é desse grande poeta que foi o Leonel Neves.

Comissão Dinamizadora said...

A antiga e histórica Torre de Atalaia de Ferragudo está ilegalmente ocupada com antenas da TMN, Vodafone e Optimus.

Veja a fotografia no blog: http://antenasferragudo.blogspot.com ou solicite o cartaz para antenasferragudo@gmail.com.

Tendo em conta os valores patrimoniais, culturais, ambientais, históricos e a saúde pública, a manutenção da situação actual é insustentável, inaceitável e revoltante para a população e amigos de Ferragudo.

Ajudem-nos a retirar as antenas para fora da Torre de Atalaia.

População de Ferragudo


Reencaminhe esta informação sob a forma de e-mail para os amigos e para as entidades seguintes:

press.pt@vodafone.com;csr.pt@vodafone.com;1696@tmn.pt;geral@telecom.pt; presidente@sonae.pt;provedor@sonae.pt;comunicacao@sonae.com;1693@optimus.pt;
gmoptc@moptc.gov.pt;dte@anacom.pt;info@anacom.pt;gms@ms.gov.pt;arsalgarve@arsalgarve.min-saude.pt;gmaotdr@maotdr.gov.pt;geral@ccdr-alg.pt;gmc@mc.gov.pt;ippar@ippar.pt;drf.ippar@ippar.pt;seturismo@mei.gov.pt;rtalgarve@rtalgarve.pt;provedor@provedor-jus.pt;algarve@gov-civil-faro.pt;amal@amal.pt;geral@f-ferragudo.pt;info@fpc.pt;expediente@cm-lagoa.pt;gapresidente@cm-lagoa.pt;rcorreia@cm-lagoa.pt;aguas.cruz@am-lagoa.pt; d_estudos.projectos@cm-lagoa.pt